Mensagem do Presidente da Cáritas Portuguesa

Eugénio Fonseca
Presidente da Cáritas Portuguesa

“Face às transformações tão céleres em determinadas áreas da (con)vivência humana, julgo que a definição de “Saúde” da OMS já se revela incompleta. O estado da saúde de qualquer pessoa determina os seus índices de felicidade. Por isso, importa construir um conceito com um tipo de “malha mais fina” para que se concretizem melhor as condições de bem-estar. É imprescindível a referência a vetores mais específicos, como são os: económico, educativo, cultural, participativo e espiritual (em sentido lato). A união de tantas e diversificadas organizações portuguesas em torno de uma Convenção Nacional da Saúde parece-me que confirma esta minha lógica. Desejo muito que esta Convenção se torne em convergência em torno da agenda da saúde para a próxima década.”