Mensagem do Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo

Carlos Andrade Costa
Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo

“A Convenção Nacional da Saúde constitui-se numa oportunidade singular para projetar contributos para um SNS cada vez mais forte, coeso e eficiente.
Cumprindo os desígnios constitucionais da universalidade e da igualdade o SNS é, porventura, a realização mais feliz do Portugal democrático.
Levando a todos os pontos do território profissionais e tecnologia de grande qualidade e competência técnica contribui decisivamente para a coesão territorial e solidariedade inter-geracional.
O futuro tecnológico em Saúde, graças ao SNS, nunca porá em causa os princípios da universalidade e da igualde entre todos os Portugueses.”